Formações de Desobediência Civil

Para a grande Acção de Rebelião a 27 de Setembro, vamos preparar-nos adequadamente, de forma a assegurar a nossa segurança e a de todas as pessoas que nos rodeiam.

Nas nossas Formações de Desobediência Civil prepararemos as acções de Setembro/Outubro e a organização de grupos de afinidade (grupos de 4-8 pessoas, que contem com confiança e alinhamento entre elas) para assegurar o melhor desenrolar da acção.

Não é necessária inscrição e a participação é gratuita e aberta a todas as pessoas. Aparece!

Apoio à Marcha de Mulheres Indígenas

No Dia Internacional dos Povos Indígenas, 9 de Agosto, a Extinction Rebellion Portugal saiu à rua para apoiar a 1ª Marcha de Mulheres Indígenas em Brasília.

Em frente ao Consulado-Geral do Brasil em Lisboa, um die-in recordou o (muito!) sangue indígena derrubado em nome do lucro e do extractivismo, exigindo o fim da chacina indígena, da desflorestação e da perda de biodiversidade, na Amazónia e em todo o lado.

Continue reading “Apoio à Marcha de Mulheres Indígenas”

Wrap-up: The Rebellion Week in Portugal in 10 Acts

The international rebellion week in Portugal consisted of 10 direct and non-violent actions that brought up seven themes (energy, transportation, food, political decisions, fashion, plastic and waste, and greenwashing), always focusing on our three claims: 1) That the governments tell the truth about the climate crisis; 2) A drastic reduction of the emissions of greenhouse gases trhough a massive mobilization of climate emergency and a just transition; and 3) Participative democracy.

Continue reading “Wrap-up: The Rebellion Week in Portugal in 10 Acts”

Wrap-up Portugal: Uma Semana de Rebelião em 10 actos

A Semana Internacional de Rebelião em Portugal contou com 10 acções directas não-violentas que abordaram sete temas (energia, transportes, alimentação, decisões políticas, moda, plástico e resíduos, e greenwashing), sempre com foco nas nossas três reivindicações: 1) Que os governos digam a verdade sobre a crise ecológica; 2) Redução drástica das emissões de gases de efeito de estufa através de uma mobilização massiva de emergência climática e uma transição justa; e 3) Democracia participativa.

Continue reading “Wrap-up Portugal: Uma Semana de Rebelião em 10 actos”

ACTO 10: Activistas bombardeiam primeiro-ministro com aviões de papel e exigem que diga a verdade sobre os impactos do aumento do tráfego aéreo.

“Mais aviões? Só a brincar!”
Precisamos dum plano B porque não há planeta B

Lamentamos estragar a vossa festa, mas o rio Tejo, aqui ao lado, a nossa cidade e as gerações futuras não têm nada para celebrar.

Continue reading “ACTO 10: Activistas bombardeiam primeiro-ministro com aviões de papel e exigem que diga a verdade sobre os impactos do aumento do tráfego aéreo.”

ACTO 9: Morrer ou Viver

Activistas “morreram” em frente ao Shopping Via Catarina para sensibilizar as pessoas para a necessidade da declaração de emergência climática, para a necessidade da regeneração da nossa cultura do business as usual, do consumo excessivo e o impacto das nossas escolhas diárias, do colapso civilizacional em que nos encontramos e a urgência de acção por parte dos governos!

Continue reading “ACTO 9: Morrer ou Viver”

Acto 8: Activistas invadem a EDP

O Climáximo invadiu a sede da EDP em Lisboa, em busca do verdadeiro Ministro da Energia, António Mexia, para exigir ao mesmo e aos accionistas desta empresa que encerrem as centrais a carvão de Sines e de Aboño, as maiores emissoras de emissões de gases com efeito de estufa de Portugal e de Espanha, e que treinem os trabalhadores destas centrais para a transição para uma economia só com energias renováveis.

Continue reading “Acto 8: Activistas invadem a EDP”

ACTO 7: No 50º aniversário da refinaria da Galp em Matosinhos, as energias renováveis apareceram à festa exigindo transição energética justa

COMUNICADO DA ACÇÃO: A Refinaria da Galp em Matosinhos faz este ano 50 anos. As energias renováveis apareceram na festa exigindo que a refinaria se reforme rapidamente e dê lugar às energias limpas.

A refinaria da Galp ocupa o 6º lugar nas 10 principais instalações em Portugal responsáveis pela emissão de gases de efeito de estufa.

A indústria de extração de combustíveis fosseis é das industrias que mais emite gases de efeito de estufa no mundo.

LIVE STREAM:

Continue reading “ACTO 7: No 50º aniversário da refinaria da Galp em Matosinhos, as energias renováveis apareceram à festa exigindo transição energética justa”

ACTO 6: Activistas protestam em frente ao Ministério da Agricultura sobre Acordos Contratuais com a China

COMUNICADO DA ACÇÃO: ACTIVISTAS PROTESTAM EM FRENTE AO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA SOBRE ACORDOS CONTRATUAIS COM A CHINA

Nesta manhã, activistas simularam o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural de Portugal, Luís Capoulas Santos a receber do Ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, um cheque com aquilo que o nosso país terá que pagar com os seus recursos naturais, impactos ambientais e sociais para a produção de animais para consumo humano.

Enquanto o governo português assina contratos com governos e empresas internacionais com o discurso de benefícios e desenvolvimento económico, parecem ser esquecidas as consequências que estes contratos trarão ao nosso país e ao planeta. A agricultura intensiva não é sustentável e causa enorme impacto nas alterações climáticas, porém isso não parece ter relevância para estes negócios.

Continue reading “ACTO 6: Activistas protestam em frente ao Ministério da Agricultura sobre Acordos Contratuais com a China”

ACTO 5: Partido Socialista – “Mais aviões, mais poluição e mortes certas”

Candidato do PS sobrevive a acidente e revela ambições na corrida à Europa

Esta madrugada, pelas 4h27, ocorreu um embate frontal entre um avião de papel das forças da Rebelião da Extinção e um símbolo do Partido Socialista, que repousava num cartaz de propaganda eleitoral em plena Praça de Espanha, Lisboa.

O incidente deixou o número um do PS às eleições Europeias visivelmente entusiasmado. “Mais aviões, mais poluição e mortes certas”, bramou Pedro Marques, em jeito de slogan.

Continue reading “ACTO 5: Partido Socialista – “Mais aviões, mais poluição e mortes certas””